Paróquia Santanna de Inconfidência

Switch to desktop Register Login

História

A três boas léguas ao sul da passagem do Rio Paraíba existia uma humilde capela, sem portas, com paredes laterais de cerca de taquara e coberta com sapê, construção grosseira a machado feita pelos abridores do atalho e que abrigava das desigualdades do tempo a imagem de Sant’Anna, pois a esposa de São Joaquim era a santa de devoção do dono da roça onde se achava a rústica capela.

Sobre a primitiva capela de Sebollas, os proprietários mais influentes da região resolveram pedir ao bispo do Rio de Janeiro, licença para construírem uma nova, assim não precisariam mais ir até Secretário distante duas léguas, onde havia uma capela de Nossa Senhora da Lapa, particular da fazenda local. Iniciaram então os moradores locais à mesma devoção de Santana, e para sediar o curato criado construiriam uma capela no “Sítio Sebollas” com provisão de 1º de setembro de 1769 a requerimento de Caetano Borges da Costa, Francisco Gonçalves Teixeira, Domingos Costa e outros, que levantaram o primeiro esteio para a sua construção no dia 21 de fevereiro de 1770, e o último em 5 de março do ano seguinte, substituindo com essa nova obra a primitiva, reduzida a ruínas.

Em 21 de novembro de 1831 foi fundada, obedecendo todos os requisitos do artigo 14 da lei de 18 de agosto do mesmo ano, a Guarda Nacional do Curato de Sebolas, com a instalação do conselho de qualificação para proceder ao alistamento dos cidadãos que a deveriam compor.

A freguesia incorporou três capelas filiais: a do senhor Bom Jesus do Matozinhos, reedificada em 1862 pelo conselheiro Martinho Campos; a capela de Santo Antônio do Rio manso ereta em 1872 por Joaquim Pinto de Lima; e a capela do mártir São Sebastião, na fazenda do Sertão do Calixto, construída em 1874 por Ana Joaquina da Conceição.

Estando também a capela de Santana em adiantado estado de abandono, empenharam-se os fregueses pela construção de nova matriz. Para esse fim, Miguel José Rodrigues Pereira e sua mulher fizeram doação ao Estado de um alqueire de terras, no lugar denominado rumo da laje (atual centro de Sebollas), à pequena distância da antiga capela. Ali se construiu a nova matriz (1858), à custa dos cofres estaduais, tendo sido cedidas à Câmara Municipal as terras em volta para arruamento. Assim nasceu a vila atual. As edificações antigas do antigo arraial de Sebollas foram aos poucos desaparecendo, existindo hoje pouquíssimos vestígios de ruínas daquela época.

A Paroquia Sant’Anna de Inconfidência (Sebollas), pertence a Diocese de Petrópolis e atualmente é a sede do 3º distrito do município de Paraíba do Sul e abrange as comunidades de Sardoal , Rio Manso, Membeca , Sertão do Calixto , Retiro de Sebollas, Rio Acima e Matozinhos(que oficialmente fica no 4º distrito, - Werneck, porém pertence a paróquia Sant’Anna de Inconfidência).

voltar ao topo